Controlo de presenças

Cada evento é um evento, e em alguns o controlo de presenças é requisitado. Este tipo de serviço é usual em conferências médicas onde existem sessões especificas, refeições, ou outros momentos para aferir dos elementos que assistiram, ou em eventos onde existam lugares limitados por sala, ou inscrições em eventos em simultâneo.

Com o controlo de presenças é possível perceber quem esteve presente, qual o grau de ocupação de um espaço.

E como se processa o controlo de presenças?

O tipo de controlo pretendido (quem entra, quem está, quanto tempo), os dispositivos (normalmente smartphones) e o número potencial de participantes são os primeiros elementos a levantar para projetar uma solução.

O mais comum até há uns anos, era o código de barras, sendo possível hoje em dia o QRCODE (muito mais rápido) e o NFC ou RFID (ainda mais rápido mas mais oneroso).

A dimensão do evento, o número de sessões, o objetivo do controlo de presenças ajudam a desenhar o parque necessário para levar a cabo um projeto fluido e com o mínimo de espera.

Sendo de simples levantamento é útil conhecermos as necessidades do cliente, o tipo, duração, dimensão e investimento do evento para garantir que este serviço é executado da melhor forma possível.

É mais um serviço que tem uma grande facilidade de utilização por parte de quem opera com os leitores, sendo mais intensivo que uma Acreditação Eletrónica devido à constante necessidade de gerir as presenças.